Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Quem Guarda, tem!

Imagem
DICA PARA OS PROFESSORES





Nossos leitores mais atentos perceberam que nas fontes de pesquisa das postagens eu cito bastante as lições antigas de Escola Bíblica Dominical. Tenho dezenas delas, de temas variadíssimos; tão logo o trimestre acaba, elas vão para o meu arquivo para serem usadas posteriormente nos meus estudos. Tenho uma lição guardada de 1987, que eu ando usando - e muito neste trimestre!! Na lição 10, que tratará a respeito da ausência paterna, os "Dez Mandamentos para o Pai", foi dessa lição que eu tirei. Como a Palavra de Deus é imutável e os padrões divinos para a raça humana permanecem os mesmos através dos séculos, essas lições bíblicas permanecem sempre atualíssimas e podem ser usadas a qualquer época! As lições infantis (guardo as do meu filho), também são fonte de estudo e idéias para atividades com as crianças seja em EBF, Escola Bíblica Dominical ou Cultinhos infantis. Fica  a dica a todos os professores e alunos que se aplicam ao estudo da Palavra de De…

Lição 09: Perdão - Liberdade Para a Alma

Imagem
Texto Áureo: "E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está os céus, vos perdoe as vossas ofensas" - Marcos 11.25

Texto Bíblico Básico: Gênesis 50.15-22




JESUS NOS ENSINA PORQUE DEVEMOS PERDOAR
Perdão: Uma Insígnia do Servo. Na oração do Pai Nosso, pedimos para sermos perdoados por Deus na medida que perdoamos quem nos ofende. Mas como temos exercido o perdão? E se Deus nos perdoasse da mesma forma que eu tenho perdoado meu irmão? Nossa vida cristã é baseada no amor e no perdão. Fomos, antes de tudo, perdoados de uma dívida imensamente maior do que qualquer ofensa que venhamos a sofrer. E ofensa maior sofreu Jesus por nossos pecados. Portanto, a falta de perdão é inaceitável na vida daquele que nasceu de novo, que professa a Jesus como seu senhor e Salvador.  Errar, é algo inerente ao ser humanog por causa da natureza pecaminosa. No entanto. Jesus nos ensina em Sua Palavra, que precisamos perdoar (Mt 6.14). No contexto b…

Lição 08 - A Face Oculta do Adultério

Imagem
Texto Áureo: Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e aos adúlteros, Deus os julgará 
Hebreus 13.4


Texto Bíblico Básico: II Samuel 11.2,4-11



Imagine o prazer que o Criador sentiu ao criar o primeiro homem e a primeira mulher, para em seguida ensiná-los sobre o casamento as responsabilidades da vida a dois, e da vida familiar. Pense então na grande tristeza que sentiu quando homens e mulheres passaram a perverter-se e violarem seus compromissos conjugais. Imagine agora o Criador da humanidade observando a situação atual no mundo moderno - parceiros infiéis, lares partidos, filhos amargurados, emocionalmente feridos, uma mentalidade distorcida e permissiva, que diz: "Enquanto estiver gostando deste parceiro eu fico; se amanhã ou depois não estiver gostando, arrumo outro". Este Deus Criador não guardou silêncio nestas questões. Na sua Palavra, ele deixou diretrizes claras para o funcionamento do casamento, do lar e da famíl…

Lição 07 - As Estações da Vida

Imagem
Texto Áureo: "Porque há esperança para a árvore, que, se for cortada, ainda se renovará e não cessarão os seus renovos" - Jó 14.7

Texto Bíblico Básico: Eclesiastes 11.1-8



O DIA EM QUE NADA FAZ SENTIDO


Eclesiastes é o  livro que expressa o pessimismo e o ceticismo do Homem Natural. Crê-se, geralmente que o autor é Salomão, embora seu nome não apareça no livro, como em Provérbios  e em Cantares. Vários trechos, no entanto, sugerem a sua autoria. O autor identifica-se como filho de Davi, que reinou em Jerusalém (1.1,2); faz alusão a si mesmo como governante mais sábio do povo de Deus (1.16),  e como escritor de muitos provérbios (12.9). Tudo isso encaixa-se na descrição bíblica do rei Salomão. Segundo a tradição judaica, Salomão escreveu Cantares quando jovem; Provérbios, quando estava na meia-idade e Eclesiastes, no final da vida. O efeito conjunto do declínio espiritual de Salomão, sua idolatria e da sua vida extravagante, deixou-o por fim, desiludido, com os prazeres desta vida…